Roda Gigante

quarta-feira, 26 de abril de 2017


Eu adoro parque de diversão, até fiz um post aqui mostrando uma tarde no parque a um tempo atrás. Mas dessa vez não fui exatamente num parque, fui apenas numa roda gigante que estava no Shopping Barigui aqui de Curitiba. Boatos diziam que a roda era super gigante e blá blá blá, mas nem era tão gigante assim não. Era bem normal, sem nada demais haha, mas isso não importa o que importa é que eu estava com boas companhias. Finalmente saí pra passear com a Paula do blog Foca no Glitter <3 Nos conhecemos a muito tempo, desde a época do Orkut, desde a primeira (e única até agora) vez que o Simple Plan veio pra Curitiba em 2009. Desde então sempre mantivemos um certo contato pela internet, principalmente pelo Twitter (twitter é amor). A Paula criou o blog não faz muito tempo e por causa disso acho que nos aproximamos e ficamos de marcar de sair pra fotografar e nos ver claro, até o dia que deu certo! 
Thalita também é da mesma época do show do Simple Plan e amiga da Paula e foi junto com a gente na roda gigante. A Carol minha amiga fotógrafa e linda também foi junto se divertir na roda gigante e tirar mais umas fotos incríveis, aliás já comentei sobre o trabalho dela em alguns posts aqui no blog :)
Enfim, foi uma tarde bem legal e agora vamos as fotos hehe! ♥











Cabelo de algodão doce <3


Rapunzel.


Muitas fotos!











Finalmente tenho uma foto com você ♥






Feliz e contente pensando no hambúrguer maravilhoso que eu fui comer depois dessas fotos HAHA



Queridas!





Bela foto que a Paula conseguiu registrar.

E foi isso, espero que tenham gostado das fotos porque eu amei. Beijos ;*

Te olhei com os olhos do coração

quarta-feira, 19 de abril de 2017


É uma pena você ter olhado para mim apenas de modo superficial. Ao contrário de você, eu te olhei com os olhos do coração. Te vi muito além. Ultrapassei seus defeitos que mal conheço, mas mesmo assim pude perceber que tu tens uma alma linda e um coração bondoso. Ao contrário de você que só viu meu exterior eu pude te imaginar em várias situações e fiquei sem fôlego ao me imaginar aprendendo tanta coisa ao seu lado. Não quero ser um problema pra você.
Feito e fato. Deixa isso pra lá, a gente pode fazer tanta coisa junto, isso é fato! 
De qualquer maneira te digo, não se deixe levar por pessoas rasas e vazias. Se arrisca mais uma vez vai. Você tem tanto á acrescentar e também á aprender. Não se esqueça, você não tem e nem precisa ter razão de tudo. Tá tudo bem estar errado, ninguém é perfeito e tá permitido se arriscar e cometer erros ás vezes. Tentar faz parte.
E só pra você não esquecer, ao contrário de você, eu te olhei com os olhos do coração. 
Te vi muito além...

Music Monday

segunda-feira, 17 de abril de 2017


Eu estava ouvindo Bad Religion dias desses e fui procurar aqui no blog se tinha falado deles e só comentei nesse music monday e nesse thanks fot the memories e tudo isso no ano passado, então está mais do que na hora de fazer uma outra indicação musical dessa banda que gosto tanto. 
Bad Religion é uma banda de punk rock formada em 1979 em Los Angeles, Califórnia. Só de álbuns de estúdio a banda tem 16! Não vou me atentar muito sobre a biografia, mas só digo que a banda tem muita bagagem. Eles são os caras do punk rock. Influência pra muita gente. Já são tiozões mas ainda amam o que fazem. 
O último álbum dos caras foi lançado em 2013 e se chama True North. Mas se engana quem acha que a banda não lançará mais material novo; em recente entrevista Greg Graffin vocalista da banda disse:

"Em dois anos e meio, tem um aniversário de 40 anos muito importante (40 anos de banda). Outro álbum está a caminho, mas True North foi um disco tão bom que eu não quero fazer algo que mostre que estamos envelhecendo, então tem que ser algo tão bom quanto True North. Nós planejamos fazer um álbum em breve, e espero que seja antes do nosso aniversário."

Falando sobre Greg Graffin, ele lançou este ano um álbum solo, Millport. Posso até fazer um Music Monday falando sobre isso, porque o estilo é bem diferente do Bad Religion. 
Ah, pra quem não sabe o baterista Brooks Wackerman deixou a banda para se juntar ao Avenged Sevenfold. 
Agora vamos a música; que se chama "True North" haha, sim é a faixa título do álbum. Eu gosto muito do clipe, mostra um punk nos dias atuais, com celular e afins mas sem deixar a essência do verdadeiro punk de lado. Sem contar que o rapaz é super gatinho haha!

"Vagabundo não arrependido
Trace as novas coordenadas e saia da frente do mapa
Agora eu tenho que divagar por aí
Navegar nas armadilhas e atravessar a grande divisão
A legenda do cartógrafo deu um sentido e uma chave
Ele definiu a declinação, mas de que isso me adianta?
Eu não consigo ver a racionalidade
O mundo não é minha responsabilidade
E a felicidade não está lá para mim
Mas talvez eu chegue mais perto de sua fonte
Quando eu encontrar o norte verdadeiro
(Com ou sem um amigo continuarei procurando até o fim)
Tentando o destino e enganando a morte
Ninguém nunca me disse que ia ser assim
Contemplemos a aleatoriedade
Quando a mente está disposta, tudo fica logo perigoso
O decreto ético deles está sobrecarregado e decepcionante
Essa é a sua bússola moral, mas de que isso me adianta?"



Curta a página da banda no Facebook
Siga a banda no Twitter
Siga a banda no Instagram

Apoie a cena!

Document Your Life

quarta-feira, 12 de abril de 2017


Agora eu peguei gosto pela coisa! Dá trabalho; mas gravar e editar vídeos é bem legal. Estou longe de ter vídeos incríveis, mas eu tenho gostado dos "document your life" que tenho feito. Caso você não tenha visto eu já divulguei dois vídeos nesse estilo, aqui aqui.
Neste de hoje tem amigas, risadas, show... 
Espero que assistam e que gostem. Beijos <3 

Music Monday

segunda-feira, 10 de abril de 2017


Eu gosto muito quando vocês ou qualquer pessoa me indica uma banda, eu sempre vou atrás pra ouvir e ver o que eu acho. Ás vezes eu gosto outras vezes não, mas saibam que eu sempre vou ouvir. A última banda que me indicaram e que eu simplesmente amei foi a banda Far From Alaska, indicada pela Carol do blog Carol Espilotro!
Primeiro que o nome já me chamou a atenção, fui ouvir e uaaaal que som foda! Foi o que eu pensei, aí comecei a ver os comentários do Youtube e só dava brasileiros, vi a descrição do vídeo e percebi que é uma banda nacional! Fiquei chocada com a qualidade da música, dos clipes e o estilo deles.
Far From Alaska é uma banda de stoner rock (gênero musical que mescla elementos de hard rock, heavy metal, rock psicodélico, blues-rock e acid rock e doom metal) formada em  Natal, Rio Grande do Norte em 2012 por Emmily Barreto (vocal), Cris Botarelli (sintetizador, lap steel e vocal), Rafael Brasil (guitarra), Edu Filgueira (baixo e backing vocal) e Lauro Kirsch (bateria).
Em outubro de 2012 a banda lançou seu primeiro EP, Stereochrome. Em maio de 2014, lançaram seu primeiro álbum pela Deckdisc, modeHuman. No momento a banda se encontra nos Estados Unidos e está gravando seu segundo álbum que já tem nome Unlikely, álbum este que está sendo produzido por Sylvia Massy, conhecida por álbuns de bandas como System Of A Down, além de Red Hot Chili Peppers e Johnny Cash, ou seja a galera não é fraca não.
Sobre o nome da banda eles explicam que foi apenas uma sugestão da mãe de Emmily que acabou agradando os cinco integrantes, que não conseguiam chegar a um consenso. Sobre as letras em inglês eles dizem que a banda não vê problema nisso e que isso tem boa aceitação do público. Foi uma decisão natural uma vez que a grande maioria das bandas que o grupo escuta canta em inglês.
A banda já tocou um vários importantes festivais e mais recentemente foram anunciados como atração da edição francesa do Download Festival, tocando junto com bandas como Green Day, Rancid, Blink-182, System Of A Down e mais.
Gente essa banda é muito Girl Power! Cada música passa uma verdade incrível. Fico extremamente feliz em saber que temos bandas assim nesse nosso Brasil. Ah, a música indicada se chama "Dino vs. Dino". O clipe foi gravado nas Dunas do Rosado, em Porto do Mangue. 
E aí, já conheciam a banda? Gostaram?

"Vocês são tão legais", ele disse há um tempo atrás
No tempo em que eles estavam seguindo de boa
''Noites estranhas'', reformulando o que ele tinha dito antes
Torcendo palavras, convocando a todos
"Você sabia que eu não conseguiria segurar minhas palavras
Mesmo que eu quisesse
E eu sabia o que eu deveria fazer
Mas preferi te culpar por tudo''
Ela diz, "Eu tenho que contar a minha história, cara
A história certa, cara"
Porque a sua é uma mentira
Espere, silêncio, eu tenho que contar a minha história, cara
A história toda, cara
Você esqueceu de tudo?
Nós sabemos que você fez parte disso
Eu deveria saber que você iria estragar tudo de novo
Eu vou te dizer o que é tão engraçado
Eu pensei que eu poderia confiar em você
Porque quando você fez o mesmo, fui levado como tolo
Muito bem, você ganhou seu prêmio sangrento
Espero que você esteja feliz e satisfeito


Curta a página da banda no Facebook
Siga a banda no Twitter
Siga a banda no Instagram

Apoie a cena!

Relações Fast Food

quarta-feira, 5 de abril de 2017


Chega ser engraçado como as pessoas te julgam sendo que só te conhecem de modo superficial. Não sabendo nada do que você já passou ou do que você pode acrescentar á vida delas. Relações vazias e sem sentido. Ninguém quer ter tempo de conhecer o outro. Paciência pra que né? Tudo é tão rápido. Gosta em 15 minutos e desgosta em 5.
Sentimentos são jogados no lixo, não valem nada mesmo. É o que a maioria das pessoas acha. Mas não é porque você é assim que o outro também é. E se o outro tá alí á sua espera cheio dos melhores sentimentos á oferecer, disposto a escutar, a falar ou só ser uma boa companhia mesmo. 
Eu estou cada vez mais conformada de que o amor é pequeno e egoísta. Ou ainda que ele nem exista. É tudo uma farsa criada pra gente criar expectativas, se iludir, se decepcionar e ficar triste. Por tudo o que eu já vivi e já pude presenciar na vida das pessoas eu chego á essa conclusão. 
É triste, mas é verdade. 
Relacionamentos são tipo fast food. Você olha acha incrível, fica com vontade, dá uma chance, experimenta e quebra a cara. Se decepciona porque não era tudo o que esperava, não era tudo o que parecia. Mas é tão simples de resolver isso, é só nunca mais pedir o mesmo lanche, não ir mais naquele lugar. Uma mordida e você já pode deixar de lado toda a metade. Pronto, resolvido!
Mas os sentimentos não são bem assim, as pessoas não são bem assim. E eu fico me perguntando quando vamos perceber isso? Será que ao menos vamos parar um pouquinho de olhar para o nosso próprio umbigo, se arriscar e perceber que nem sempre o mais importante é ter razão?
A sensação de estar certo é boa, mas do que adianta ter razão se você não é feliz, se sempre falta algo e sempre se sente vazio? Não faz sentido. Vamos olhar com mais atenção, deixar as relações fast food de lado e apenas apreciar uma tarde ao lado de alguém querido. Na verdade, lá no fundo todos nós sabemos que nem é tão complicado assim, nós que complicamos. 
De qualquer maneira, não tá fácil amigos. Não tá fácil.

Cover da Vez!

quinta-feira, 30 de março de 2017


Oi gente, hoje vou mostrar pra vocês um cover acústico feito pelo Tiago Contieri. Eu já tinha falado sobre ele neste post  mostrando o álbum completo que ele fez somente com músicas acústicas do Blink-182. Ah, no começo do ano ele lançou o volume 2 com mais uma leva de músicas da banda e você pode ouvir clicando aqui, eu recomendo e acho que tanto os fãs de Blink como as pessoas que não são vão gostar :)
Bom, a música cover que eu escolhi para mostrar á vocês é "Bored To Death", o primeiro single do novo álbum dos caras e o primeiro álbum com a nova formação da banda; Matt Skiba, Travis Barker e Mark Hoppus. 
Enfim, eu gostei muito da versão do Tiago. Ouçam e digam o que acharam.


Música original:



E aí, aprovado?
Hey I'm With The Band